De tudo um pouco

Divagações, opiniões, reflexões, livre-pensar…

Alguns registros

Posted by Marcelo Dutra em quinta-feira, 7 setembro 2006

A última vez que postei foi em 30 de julho. De lá para cá já se vão mais de dois meses. Não sei bem porque a vontade e a inspiração para escrever outros posts têm me faltado. Certamente não é a falta de ocorrências relevantes. O dia-a-dia está repleto disso. Podemos sempre transformar nossos desejos, nossos sentimentos e nossa rotina em motivos para escrever.
Mais uma vez meus pais me deram o mote para um texto. Desta vez eles aqui vieram, em nossa casa, com o propósito de nos acompanhar e viver conosco a passagem dos nossos 25 anos de casamento. Bodas de Prata, sim. Quem diria…. Em 1973 assistimos e comemoramos as bodas deles. E ficavamos a imaginar se um dia também chegaríamos lá. Eu tinha 20 anos e nem casado era. Pois bem. Chegou. E veio rápido. Assim como outros fatos da vida, a gente sabe que vai chegar, espera tanto tempo, e quando chega parece que é uma surpresa. Alguma coisa fica dizendo baixinho: “puxa, eu ainda não estou preparado para isto”. Nenhum tipo de festa é suficiente para representar o significado do evento. Resolvemos não realizar a tão famosa festa das bodas. Alguns amigos e parentes insistem em compartilhar conosco estes momentos de alegria. Aceitamos e agradecemos a generosidade deles. Faremos uma missa simples para reafirmar nossa vontade de continuar juntos. E depois nos reuniremos aqui em casa para conversar, reviver e celebrar a ocasião.
A verdadeira festa acontecerá em nossos corações, em nossas mentes. Quando, na intimidade do nosso lar, junto com nossos filhos e pais, estaremos agradecendo à vida esta oportunidade que nos foi dada, este presente que foi nossa união e que frutificou duas dádivas maravilhosas que são Breno e Marcela.
Beijos a todos….Marcelo

5 Respostas to “Alguns registros”

  1. marcia said

    Ah meu amor, meu irmão!

    Hoje a saudade esta maior. Mas estou ai com vocês, partilhando, comemorando e principalmente agradecendo. Pela vida, pelo amor, pelos filhos, pelos pais presentes, pela família, pelos irmãos amigos, os amigos irmãos, o trabalho, pela persistência em superar crises e conflitos, por não perder a esperança, por ter acreditado q sempre é possível transformar, pela ternura que não se perdeu, pelo carinho, por ter resistido às tentações do individualismo, e de fazer “impar” o tempo de viver um par.

    São anos de convivência, mas olhar pra trás dá uma sensação que passou depressa demais e é surpreendente pensar que fomos capazes de chegar ate aqui, de harmonizar o que parecia as vezes em desequilíbrio, de aceitar o aparentemente inaceitável, de ter a paciência necessária de entender o jeito do outro, o pensar do outro, as diferenças e o tempo do outro e acertar os ponteiros do que chamam de felicidade, para que ela pelo menos momentaneamente estivesse sempre presente. Sim, porque do que é feita a felicidade senão desses momentos?? Momentos felizes, fugazes ou não, freqüentes ou não, longos ou não, mas reais?? Esses dos quais a memória teima em não esquecer, que preenchem nossos sonhos, que nos fazem sorrir de olhos fechados, que nos fazem ver a vida mais bela, e com os quais nos apegamos para superar aqueles outros momentos difíceis?? Não é assim que ficamos ao lembrar do primeiro encontro, do namoro, do primeiro dia juntos, do casamento, do nascimento dos filhos, daquele “te amo” dito com os olhos e com o abraço quente, e daquelas manhãs em que acordando juntos temos o desejo silencioso de permanecer ali?

    Não sei bem, mas acho que é assim que se chega a 25 anos de casamento. Colhendo momentos felizes plantados ao longo da vida, driblando as armadilhas do cotidiano e trabalhando para que eles não sejam apenas lembranças mas que estejam mais presentes nas nossas vidas. Fácil? Nem um pouco. Desafiador talvez seja a palavra mais adequada. Sei apenas que é o amor e o desejo de estar e permanecer com o outro, que podem explicar e nos fazer chegar aos 25 anos. Assim como vocês chegaram.

    Queria estar aí pra lhe abraçar de perto, lhe dizer do meu amor, do amor que sinto pela sua família, como se fosse minha e desejar a você e a Edna – a cunhada solidária, amiga, generosa, carinhosa, o melhor que a vida pode oferecer: muitos e muitos momentos felizes, harmonia, compreensão, saúde, amizade, alegria, companheirismo, paciência, cumplicidade, e bom humor pra que vocês envelheçam juntos e comemorem no mínimo, mais 25 anos de amor.

    Um beijo e um abraço bem grande, o maior de todos que já demos antes. Amo vocês.

    Márcia

  2. Anonymous said

    Marcelo e Edna,
    depois de tudo que a querida Márcia escreveu com o coração fica dificil dizer mais… É assim mesmo 25 anos quando se ama e se é amado de verdade passa rápido demais. Parabéns pela história de vida. Deus continue abençoando vocÊs.
    Beijão prá todos!
    Ritinha

    Marcelo, vou pedir a la Dutra para colocar este texto lindo nos ” botões”. è um grande começo…

  3. Anonymous said

    Marcelo e Edna,

    PARABENS mesmo.
    Realmente como observou disse a nossa “irma” Ritinha, Marcia disse tudo que gostaríamos de dizer de uma forma simples e carinhosa.
    Ms o mais importante é que voces venceram o tempo, as diversidades, os dsafios, as tentações e a rotina que a vida nos apronta e que muitas vezes achamos que seremos derrotados.

    Beijos e abaços,

    Marconi e Diva

  4. Manu e Leo said

    Tio MArcelo, Parabéns pelas bodas e pela volta a atividade blogueira. Um abraço,
    Leo e Manu

  5. Anonymous said

    “A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável.” (Kathleen Norris) Acredito que tenha sido esta a sua receita! Beijos mais do que especiais. Juliana Cândida Neves

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: