De tudo um pouco

Divagações, opiniões, reflexões, livre-pensar…

Quando os filhos mentem

Posted by Marcelo Dutra em domingo, 21 maio 2006

Esta é uma questão delicada. Por melhor que sejam, os filhos mentem. Os pais também. Como lidar com isto? Até quando as mentiras são toleráveis? Até que ponto os pais são responsáveis, uma vez que que nem sempre dão o exemplo?
O blog da Rosely Sayão tem um post do dia 12/05 de 2006 que trata justamente deste tema. Eu li e achei bastante didático, rezão pela qual recomendo a leitura (pode usar o link aí ao lado). Trancrevo abaixo apenas um trecho, para incentivar uma visita ao blog dela:
“Vamos definir a mentira. Tecnicamente falando, ela consiste em dizer, intencionalmente, algo que se sabe não ser verdadeiro. A mentira se distingue, portanto, do erro e da ilusão. Vejamos agora o lado moral. A moral costuma condenar a mentira porque, quase sempre, ela corresponde a uma vontade de prejudicar outra pessoa, de privá-la de uma verdade à qual ela tem direito. Nem sempre é o caso. Por exemplo, se um pai ou uma mãe procuram invadir a vida privada dos filhos – e eles não têm esse direito, a não ser que esteja dramaticamente em jogo a saúde física ou mental deles, fato raro – estes não têm outra saída a não ser escondê-la pelo silêncio e até pela mentira. Mas, casos desse tipo são raros. Como eu disse, quase sempre a mentira traduz um problema moral, pois representa alguma violência dirigida a quem se mente. Logo, temos um tema de educação moral.”
Façam uma boa leitura e aproveitem bem.
Abraços…Marcelo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: